sábado, 31 de agosto de 2013

Cresce número de municípios com guarda municipal, aponta IBGE

Dos 5.565 municípios do País, 993 - o equivalente a 17,8% - possuíam guarda municipal em 2012, apontam dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgados nesta quarta-feira. Em 2009, essa proporção era de 15,5%. O Estado que tem, proporcionalmente, o maior número de guardas, é o Rio de Janeiro, onde 80,4% das cidades têm uma guarda municipal. Antes, em 2009, 73,9% dos municípios do Estado fluminense se enquadravam nessa característica.
 
 Guarda - Municipal Teresópolis -RJ

As informações estão no Perfil dos Municípios Brasileiros (Munic 2012). O levantamento identificou que 153 municípios contam com guardas municipais equipados com armas de fogo.
No Amazonas, 62,9% das cidades tinham guarda municipal no ano passado, ante 56,5% observada em 2009. Em termos de proporção de cidades com esse aparato de segurança, constatou-se, em seguida, Alagoas (42,2%), Bahia (40,8%), Ceará (34,8%) e São Paulo (32,2%).
Foi constatado aumento na proporção de guardas municipais em todas as faixas populacionais, exceto na que engloba cidades com mais de 500 mil habitantes. Entre os municípios mais populosos, 84,2% tinham guarda municipal em 2012. Antes, em 2009, 87,5% dessas cidades tinham essa instituição.
Nas cidades de 100 mil a 500 mil habitantes, 64,8% tinham guarda municipal em 2009; essa proporção saltou para 71,2% em 2012. Já do total de municípios com população entre 50 mil e 100 mil habitantes, 47,1% contavam com uma guarda em 2012, ante 38,6% três anos antes.
A maior parte (67,9%) dos que entram numa guarda municipal recebe, em média, de um a três salários mínimos. Outros 5,3% recebem de três a cinco salários mínimos em início de carreira. Já 26,1% ganham até um salário mínimo.

Aumenta número de delegacias especializadas
O IBGE observou que, entre 2009 e 2012, diminuiu o número de delegacias gerais nas cidades. Em 2009, eram 4.660 unidades, que representavam 83,7% do total; em 2012, eram 4.553 delegacias, que significou 81,8% do total.
Ao mesmo tempo, cresceu o total de delegacias especializadas. Em 2009, eram 761 unidades, sendo que a maior parte (397) era voltada para o atendimento à mulher; três anos depois, foram identificadas 851 delegacias, das quais 427 especializadas no atendimento à mulher.

Cai proporção de municípios com unidade de Corpo de Bombeiros
A Munic 2012 constatou que 33,7% dos municípios do País não tinham unidade de defesa civil no ano passado. Na Região Sul, essa carência é menor, já que apenas 10,6% das cidades não contam com essa estrutura de apoio. No Sudeste, 26,7% dos municípios se enquadram nesta situação; já no Nordeste, 39,4% das cidades não contam com defesa civil própria.
Na Região Norte, essa proporção chega a 63,7%, abaixo apenas do Centro-Oeste, onde 68% dos municípios não têm unidade de defesa civil.
Em relação à presença do Corpo de Bombeiros, o IBGE verificou que 15,6% das cidades contavam com alguma unidade em 2012. No Sul, essa proporção sobe para 29,5%; fica em 17% no Sudeste, sendo seguida por Centro-Oeste (16,7%), Norte (13,1%) e Nordeste (5,4%).


“O homem de bem exige tudo de si próprio; o homem medíocre espera tudo dos outros.” - Confúcio / "Se você é capaz de tremer de indignação a cada vez que se comete uma injustiça no mundo, então somos companheiros." - Che Guevara