quarta-feira, 24 de agosto de 2011

O comando é nosso! Comando de carreira, sempre!

GCM BARRETO
Nestes novos tempos de rumores sobre cargos de chefia da Prefeitura, me veio uma pergunta à mente: Será que continuará o comando de carreira na Guarda Municipal ou irão “iventar” de novo, e pôr um comando oriundo da Polícia Militar? Pessoalmente nada contra! Mas imaginem se vira moda e começam a pôr alguns delegados para comandar em batalhões, e coronéis à frente de delegacias! Indo mais adiante seria interessante convocar um Deputado do Estado para ter cargo de Presidente na Câmara Municipal? Além de imoral é ilegal, e sugere a intenção de menosprezo por parte de quem convocaria o tal Deputado.

Em contra partida, boa parte das Guardas Municipais do Brasil sofrem de uma “doença” chamada: falta de confiança por parte dos Prefeitos, uma vez que dão o comando a um militar do Estado ou para alguém que não seja um guarda municipal. Automaticamente estão nos chamando de incompetentes,  que acham que não somos capazes de por ordem em nossa própria casa. Por pior que possa ser um comando de carreira, acho melhor do que gente de fora nos comandando. “Cada macaco no seu galho” É antigo, mas funciona.

Mesmo entendendo as articulações políticas que são feitas, e alianças para fortalecimento político, pôr um comando que não de carreira em uma Guarda Municipal tira mais ainda nossa identidade de guarda civil municipal. Já existe a Secretaria de Segurança ao qual o Secretário é um militar e alias vem fazendo um trabalho benéfico. Mas a coordenadoria da Guarda Municipal é dos guardas.
Até porque, cada um que cuide da sua própria casa, e ninguém melhora casa alugada, portanto: quem falou que o comando é teu? O comando aqui, é nosso. Força GM!

Um comentário:

  1. Caros amigos,

    Concordo em todos os pontos, afinal quem entende melhor a guarda municipal do que eles mesmos. O que ocorre nas prefeituras do país, incluindo Teresópolis, que serve como base de "campo de experiências", vê-se claramente, o total descompasso pelos setores ditos do "alto escalão", escolhidos a rigor de critérios "obscuros", onde percebe-se a "PISTOLACRACIA" e com os demais ditos "de baixo" (CONCURSADOS) da corporação tratados com desdem.
    Como foi dito antes: "cada macaco no seu galho".Para um bom observador, o recado foi dado.
    Abraços.
    A luta segue!
    Rodrigo Melo.

    ResponderExcluir

“O homem de bem exige tudo de si próprio; o homem medíocre espera tudo dos outros.” - Confúcio / "Se você é capaz de tremer de indignação a cada vez que se comete uma injustiça no mundo, então somos companheiros." - Che Guevara