quinta-feira, 28 de abril de 2011

Esclarecimento. Fiquem com os olhos bem abertos!

Guardas, só pode haver alteração do adicional do risco de vida, se for aprovado na Câmara de Vereadores, mesmo que o executivo queira discutir alteração do adicional com o sindicato, nenhuma atitude será válida se os vereadores não aprovarem em votação na Câmara. Mas fiquemos de olho! Uma vez que a reunião que o executivo propôs para o dia 11 de maio deste ano para discutir: plano de cargos; alteração de adicional; incorporação do abono; entre outros, parece mais uma tentativa de conter despesas, enquanto a Prefeitura enche de cargos DAS.

Os guardas municipais de Teresópolis, antes de ter direito a 40% de adicional de risco de vida em cima do salário mínimo, só recebiam o salário mínimo nacional sem nenhum adicional a mais! Que vergonha!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

“O homem de bem exige tudo de si próprio; o homem medíocre espera tudo dos outros.” - Confúcio / "Se você é capaz de tremer de indignação a cada vez que se comete uma injustiça no mundo, então somos companheiros." - Che Guevara