sexta-feira, 1 de maio de 2015

Suspeito de furto foi detido pela Guarda Civil.

     Homem era perseguido por agentes do Terminal Rodoviário, que pediram apoio de guardas civis! Após os guardas deterem o suspeito constataram que se tratava de acusação de furto, sendo então o suspeito levado até a vítima, após ser reconhecido foi encaminhado até a 110 DP. Os pertences da vítima estavam com o acusado e foram recuperados e apresentados como prova na Delegacia. O fato ocorreu hoje por volta das 17:00 horas.



Parabéns GCM Pinho!

     Um dos guardas mais atuantes o GCM Pinho, teve o seu trabalho reconhecido pelo Conselho Municipal que geralmente homenageia vários profissionais que se destacam através da realização de suas atividades no trabalho! O GCM foi agraciado com o prêmio de trabalhador do ano! Parabéns!!!



Obs.Fotos: Gil Wellington

quinta-feira, 30 de abril de 2015

Segurança na Segurança!

     Com o passar do tempo a Guarda Civil Municipal de Teresópolis tem ganhado mais notoriedade devido a sua atuação repressiva e, ainda com o advento da lei 13.022 (http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2014/Lei/L13022.htm) que deixou mais clara a ação da GCM, ou seja, diz em que e como pode atuar no município, inclusive em relação à segurança; apoio ao fiscal de posturas; cooperação com órgãos de defesa civil, e etc. Pois além do trânsito a GCM tem dado apoio às policias: Civil e Militar através da Companhia de Cães que tem sido utilizada muito bem para este fim, os guardas têm treinamento adequado e comandam as ações dos cães, (que agem também quando necessário) cães estes fundamentais para o sucesso das operações, confira mais no link: http://netdiario.com.br/guarda-municipal-ganha-reforcos-bons-pra-cachorro/.
 Cadela em simulação, depois de revistar o interior do carro em busca de armas e entorpecentes, obedece ao comando do adestrador e deixa o veículo pela janela
                                                                       Foto net diário
     
      Além da detecção de entorpecentes eles são utilizados ainda para dar apoio em eventos, uma vez que, o cão junto ao guarda impõe mais respeito ainda. O principal responsável e pioneiro na implementação do Canil da GCM (que é cedido) é o GCM Lomba que tem buscado atualização através de cursos e orientado outros guardas para tal e, claro tem recebido apoio do Secretário de Segurança Marco Antônio da Luz.
     
     Contudo apesar das conquistas temos que pensar nos riscos que envolvem a profissão, e como podemos contribuir para a nossa própria segurança e de nossa família, já que a aplicação de uma notificação já pode gerar uma grande inimizade, inclusive varias inimizades, cidade pequena, risco grande. Claro que o uso de equipamentos de segurança acompanhados de um treinamento adequado podem minimizar os riscos no trabalho, pois somente o uso da tonfa torna-se ineficaz em desvantagem numérica. Já que o efetivo esta a cada dia menor e, ainda não saiu previsão para concurso, o uso de agentes de transito (POT) ajuda, mas não resolve, uma vez que não podem ser utilizados em várias situações. 
     
     Em serviço há muitos riscos, porém não deixamos de ser guardas civis na volta para casa e dias de folga, temos sempre que pensar na nossa segurança e de nossa família, não foram poucas às vezes em que nos envolvemos em ocorrências de furto ou roubo, vias de fato e etc. Já foi escolhida uma comissão para tratar da implementação da lei 13.022 desde o ano passado, a mesma tem apoio do Secretário de Segurança, e esta criando um estatuto baseado na lei federal para facilitar nossas atividades e a concretização de algumas reivindicações, mas lembro que a maioria das atividades citadas acima já são realizadas pela GCM desde a sua criação, afinal a GCM já não atua só no zelo do patrimônio público faz tempo.

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Formatura de guardas ambientais!

Hoje foram formados quatro guardas ambientais! Os GCM's: Rebello, Barreto, De Souza e Marcilene receberam os certificados no auditório da prefeitura após a audiência sobre o saneamento e outros assuntos relacionados a utilização da água! Muito obrigado ao Secretário de Meio Ambiente o Sr. André S. de Mello e ao Sub. Sr. Leandro C. da Graça pela oportunidade! Também agradecemos pela indicação ao Secretário de Segurança o Sr.  Marco Antônio da Luz.
Entre as funções há a possibilidade do uso do decibelímetro para verificar o volume e a frequência do som nos veículos e apoio ao Parque Municipal.

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Homenagem aos guardas na Casa de Portugal.

A homenagem contou com a prensença de representantes da sociedade e autoridades do 16° GBMERJ e do 30° BPMERJ e, ainda com a presença do Vice- Prefeito Marcio Catão, estes prestigiaram o evento! O Secretário de Segurança e o Coordenador da Guarda Civil Municipal deram entrevistas a imprensa destacando a importância do evento e do reconhecimento aos homenageados!

sábado, 6 de setembro de 2014

Violência estatal nas manifestações: a atuação das organizações de defesa dos direitos humanos junto aos órgãos internacionais.

Cerco policial
Cerco policial e prisão em massa de manifestantes na Cinelândia em 15 de outubro de 2013 - Foto: Daniela Fichino

 4 de setembro de 2014

"Nesta semana, o jornal O Estado de São Paulo divulgou o conteúdo de uma comunicação enviada pela Organização das Nações Unidas ao governo brasileiro, pedindo explicações sobre um conjunto de violações cometidas pelo Estado no contexto das manifestações iniciadas em junho de 2013. Comunicações como esta são o produto do trabalho de diversas organizações que se dedicam à proteção de direitos humanos no país, cuja atuação frente aos organismos internacionais tem sido estendida para abranger as violações estatais verificadas no contexto das manifestações populares.

Desde junho de 2013, a Justiça Global tem enviado informes aos relatores da Organização das Nações Unidas (ONU) e da Organização dos Estados Americanos (OEA), em que sistematiza os incidentes de violência policial contra manifestantes, aborda as alterações legislativas de endurecimento penal, denuncia a atuação preocupante do sistema de justiça criminal na investigação e processamento dos casos, bem como relata situações individuais especialmente críticas, por importarem em um avanço da criminalização de movimentos sociais e ativistas.

Em junho de 2013, um comunicado enviado ao Secretário Executivo da Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), da OEA, relatou as execuções ocorridas durante operação policial na favela da Maré nos dias 24 e 25 de junho, em que 10 pessoas foram mortas. A ação foi precedida por uma manifestação realizada no bairro de Bonsucesso, na qual, como em inúmeras outras no período, reivindicava-se a redução do valor das passagens nos transportes públicos.

Por ocasião da visita do relator das Nações Unidas para a liberdade de expressão e opinião, Frank La Rue, e da relatora da OEA para a liberdade de expressão, Catalina Botero, em outubro de 2013, a Justiça Global entregou um relatório parcial sobre as violações de direitos humanos no contexto das manifestações populares do Rio de Janeiro, produzido em conjunto com a Comissão de Direitos Humanos da Alerj, o Instituto de Defensores de Direitos Humanos e o Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação do Rio de Janeiro. Dentre os pontos de destaque, foram abordados o porte e uso de armas letais por policiais militares durante as manifestações, o uso abusivo e indiscriminado de armamentos menos letais, a detenção arbitrária de manifestantes, a produção de atos normativos excepcionais e a violência contra os profissionais da educação, especialmente durante a desocupação forçada do plenário da Câmara dos Vereadores.

Comunicação semelhante foi enviada ao Secretário Executivo da Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), da OEA, em que são relatadas as práticas de flagrante forjado, a prisão em massa de manifestantes na escadaria da Câmara Municipal, e a imposição de condicionantes arbitrárias para a concessão de liberdade, em um grave contexto de criminalização de ideologias políticas.

Em novembro de 2013, um informe abordando a aplicação da Lei de Organizações Criminosas, da Lei de Segurança Nacional e da Lei das Máscaras na criminalização das manifestações populares no Brasil foi enviado ao Representante Regional do Alto Comissariado das Nações Unidas na América Latina, elaborada em conjunto com o Instituto de Defensores de Direitos Humanos e o Centro de Assessoria Popular Mariana Criola. Uma comunicação atualizada, produzida em conjunto com a Conectas, foi enviada ao Alto Comissariado da ONU em abril de 2014, bem como ao Relator Especial para Defensores de Direitos Humanos, ao Relator sobre Direitos Humanos e Luta contra o Terrorismo, e ao Relator para a Liberdade de Expressão.

A audiência temática realizada pela Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) da OEA, atendendo a um pedido da Justiça Global e de mais oito organizações, abordou a  violação de direitos humanos pelo Estado brasileiro, durante as manifestações. Foram expostos casos de prisões arbitrárias, o uso abusivo de armamentos e ataques à mídia feitos pela polícia, no intuito de discutir e aprofundar os posicionamentos do Estado Brasileiro em relação à liberdade de manifestação, expressão e integridade física dos manifestantes.

A atuação da Justiça Global procura conferir visibilidade às violações de direitos humanos em âmbito internacional, possibilitando e ampliando a pressão externa sobre o governo brasileiro. Se, por um lado, a arquitetura institucional e a legislação brasileira são internacionalmente saudadas como democráticas, por outro uma enorme distância separa tais instrumentos de sua correta e efetiva aplicação na realidade brasileira. Explicitar esta distância e pressionar pelo aprimoramento das práticas institucionais é parte da agenda de trabalho da Justiça Global."


Fonte: Justiça Global Brasil

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Três suspeitos detidos enquanto tentavam assaltar o Banco Santander que fica dentro da Prefeitura.

A Polícia Militar deteve três suspeitos, após tentarem assaltar o Banco Santander na PMT! A guarda civil municipal que estava no local realizando a proteção dos bens, serviços  e das instalações acionou a Policia Militar dando detalhes que facilitaram a ação policial! Parabéns a todos!
Obs. Cinco meses atrás o mesmo banco foi assaltado!

“O homem de bem exige tudo de si próprio; o homem medíocre espera tudo dos outros.” - Confúcio / "Se você é capaz de tremer de indignação a cada vez que se comete uma injustiça no mundo, então somos companheiros." - Che Guevara